quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Chegaste (site)



Chegaste
Era Inverno na minha alma!
Do teu coração
Soprou o vento quente
que aproximou o nosso sentimento
E calou o meu lamento.
Chegaste
Trazias as mãos vazias
E o coração cheio
Procuravas uma alma sozinha
Para dividires o que te faltava
E receberes dela o que te sobrava!
Chegaste
Por mais que eu te soubesse ali
Onde sempre estiveste....
Por mais que as nossas almas
se conhecessem
Sem nunca se terem olhado
Trazias o teu passado
Querias eternidade de um futuro
Saltaste sem pedir
O muro que era o meu coração
A muralha a que eu chamava
Viver em solidão!
Chegaste 
E por ali espalhaste emoção
Onde apenas havia sofrimento
A tua distância 
Ditava a nossa proximidade
O teu carinho
Fazia do amor a nossa realidade
Chegaste
Prometendo não mais partir
Abracei-te 
Com a ilusão que sabia existir
Mas que me dizia
Que eras o amor que o destino me prometia!

Sem comentários:

Enviar um comentário